Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site

Pavimentação da LMG-760 será retomada após quatro anos paralisada

O governador Fernando Pimentel chega ao Vale do Aço no próximo dia 26 de julho para a assinar a ordem de serviço da obra de pavimentação da LMG-760, que liga Cava Grande, distrito do município de Marliéria, à BR-262, em São José do Goiabal. A informação é da deputada estadual Rosângela Reis, que havia adiantado, no início do mês passado, a retomada da obra neste mês de julho, após reunião com o secretário de Estado de Obras, Murilo Valadares.

A obra ficou paralisada por quase quatro anos, a pedido do Ministério Público do Estado em 2013. O motivo da interrupção alegado pelo MP foi a falta de licenciamentos ambientais necessários na área do Parque Estadual do Rio Doce.

A obra está orçada em R$ 134 milhões e a mesma empresa que venceu a licitação feita em 2013, a Tamasa Engenharia S.A., executará a obra de aproximadamente 64 quilômetros de extensão. A pavimentação da LMG-760 vai reduzir o tempo das viagens, garantir mais segurança na estrada, facilitar o escoamento da produção agrícola e industrial da região, promover o turismo no Parque Estadual do Rio Doce, ajudará a desafogar a BR-381, melhorar a qualidade de vida das pessoas que ali trabalham e residem.

Em 27 de junho a Câmara de Infraestrutura de Transporte, Saneamento e Urbanização (CIF) do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Copam) emitiu parecer de licenciamento ambiental favorável, após debatidos os impactos no Parque do Rio Doce e as compensações ambientais necessárias, com aprovação unânime para a execução da obra.

Segundo Rosângela Reis, desde 2013 foram realizadas incontáveis reuniões, audiências públicas e solicitações para a retomada da pavimentação. “Lutamos muito para que essa obra fosse iniciada, pois ela é muito aguardada pela população e vai facilitar a vida de quem se desloca por ela, além de promover o desenvolvimento econômico e social de toda a região”, afirmou Rosângela Reis.

 

EXPOUSIPA PODE ULTRAPASSAR OS 20 MIL VISITANTES

Termina amanhã, às 23 horas, a 29º edição da ExpoUsipa, que está apresentando as novidades nas áreas da Indústria, Comércio e Prestação de Serviços. A mostra que deve sua abertura na quarta-feira,19, é uma das mais tradicionais e longevas exposições de negócios de Minas Gerais, que está sendo realizada em Ipatinga, das 18h às 23h, na Associação Esportiva e Recreativa Usipa.

O presidente da Usiminas, Sérgio Leite, usou a palavra, fazendo uma avaliação sobre o evento. "É extremamente importante para nossa região chegar na 29ª edição, uma marca muito importante. Está vindo muita gente de fora para cidade. É o momento de congregar todos esses expositores, no sentido de gerar negócios. E já estamos preparados para a próxima edição do ano que vem", afirmou.

De acordo com o presidente da Usipa, Sanzio Figueiredo, são 15 mil metros quadrados de área e esse ano são 141 empresas divididas em 136 estandes, superando o ano passado, que teve 128 empresas. "É um evento importantíssimo para Usipa e que movimenta a cidade. As expectativas são as melhores possíveis, nossos expositores estão muito satisfeitos com essa edição. Acho que vai ser um evento diferente do ano passado, com muitas coisas novas. Então é evento que tem tudo para dá certo", apontou.

Sanzio Figueiredo espera a presença de 20 mil visitantes no evento que já movimenta a hotelaria, transportes, aéreo e rodoviário e contribui para a economia regional.

 

 Visitantes

 

As empresas expositoras terão a oportunidade de ter contato direto com a equipe de suprimentos de grandes potências do mercado durante o Encontro de Negócios oferecido pela organizadora em horário diurno nos dias da feira. Um momento diferenciado, aproximando expositores e as demandantes Aperam, ArcelorMittal, Cenibra, Gerdau, Usiminas, Vale, Vallourec, e flowVAL.

 

Outro grande momento são as palestras técnicas. Abertas ao público, as palestras são realizadas pelas expositoras durante o dia, dando mais informações e instruções de uso dos produtos.

 

Últimos dias para inscrições no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita

Organizações interessadas em concorrer ao Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita 2017 têm até o dia 31 deste mês para inscrever suas propostas.

A iniciativa tem como objetivo promover o desenvolvimento de programas e/ou projetos sociais que propiciem a melhoria das condições de vida das comunidades localizadas nas áreas de influência e atuação da Aperam Inox América do Sul e da Aperam BioEnergia. Desde a sua primeira edição, o Edital já beneficiou 4.253 pessoas.

 

Atuar no Vale do Aço ou no Vale do Jequitinhonha figura entre as condições básicas para garantir a participação dos interessados no Edital.

 

Todas as propostas a serem apresentadas deverão, obrigatoriamente, atender a pelo menos um dos focos: ser destinadas ao segmento educacional, ou do meio ambiente, ou ainda de geração de trabalho e renda e cidadania. A execução do projeto deve ser feita em até nove meses, a partir da assinatura do convênio.

 

Serão disponibilizados por meio do Edital recursos da ordem de até R$10.000,00 por projeto, valor que será destinado exclusivamente aos projetos a serem desenvolvidos nas áreas citadas.

 

Para o presidente da Fundação Aperam Acesita, Venilson Vitorino, o Edital é uma forma que vem reafirmar o compromisso da Fundação com a promoção social. “Nossa principal missão é promover o desenvolvimento integrado e sustentável das comunidades onde a Aperam South America mantém suas principais atividades. Os segmentos que o Edital busca fomentar são exatamente aqueles em que já vimos investindo, a fim de promover o desenvolvimento das localidades de nossa atuação”, pontua o presidente.

 

Inscrições

As inscrições devem ser feitas mediante a apresentação dos formulários disponibilizados pela Fundação, e que devem ser solicitados pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou diretamente no site da Aperam (http://brasil.aperam.com/), onde também está disponível o regulamento completo do Edital. 

O resultado dos projetos aprovados será divulgado no dia 18 de setembro deste ano.

O PREFEITO Sebastião Quintão com o tenente-coronel Lemos Dias  e o capitão Ademir: apoio às ações de segurança na cidade

PMI firma convênio com 14º BPM para maior segurança em Ipatinga

Batalhão deve contribuir em discussões relativas ao programa municipal para implantação de câmeras de vigilância nas ruas 

O comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar de Ipatinga, tenente-coronel Juliano Fábio Lemos Dias, esteve no gabinete do prefeito Sebastião Quintão, na tarde de terça-feira (18), para

assinatura de um termo de apoio da administração municipal à corporação. O repasse de recursos assegura melhores condições de trabalho ao policiamento ostensivo na cidade.

“A garantia de segurança à população é dever do Estado, mas nosso governo faz questão de cooperar para uma maior eficiência da atuação policial. Somos comprometidos com a ordem e a

disciplina, que sem dúvida representa bem-estar para a coletividade”, disse Quintão.

Acompanhado do capitão Ademir Dias Cardoso, diretor de Logística, o comandante do 14º BPM, ten-cel. Lemos Dias, ressaltou que os recursos assegurados pela prefeitura viabilizam

também a reforma e modernização da Intendência, unidade no quartel que entre outras funções atua em atividades de suprimento, distribuindo uniformes, equipamentos individuais e munições.

O 14º Batalhão atende a 11 municípios e conta com um efetivo de 550 policiais, 450 deles baseados em Ipatinga. De acordo com o comandante, de fevereiro a junho já foi constatada uma redução de

5% dos índices de crimes violentos na área de atuação da entidade, em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

IPATINGA SEGURA

 

Durante a reunião, os oficiais militares também foram convidados a fazer parte do grupo que está trabalhando na implantação do programa ‘Ipatinga Segura’, que objetiva cobrir toda a cidade com

câmeras de vigilância nas ruas, sendo os investimentos de moradores ressarcidos integralmente por ocasião das cobranças de IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano. O projeto já foi

aprovado na Câmara Municipal, estando em discussão, no momento, com a participação de empresas de segurança eletrônica, detalhes operacionais.

O prefeito comentou que uma das grandes armas dos delinquentes é ter a sua identidade preservada, e a proposta do município é inibir a prática de crimes com a documentação permanente de atitudes

suspeitas por meio de imagens. As câmeras também deverão contribuir para a proteção dos bens públicos contra a ação de vândalos.